Patrimônio histórico dá o primeiro passo para perpetuar Cruz Vermelha de São Paulo

Conpresp rejeitou tombamento de imóvel no Planalto Paulista. Decisão autoriza à instituição a levar em frente o projeto imobiliário que garantirá sustentabilidade e ampliação de ações humanitárias

O Conpresp (conselho municipal do patrimônio histórico da cidade de São Paulo) arquivou nesta segunda-feira (12 de junho) o pedido de tombamento de sua área na zona sul de São Paulo.

Com a decisão, a Cruz Vermelha terá a oportunidade de desenvolver um projeto que garantirá a expansão e perpetuidade de suas atividades humanitárias e assistenciais que, somente em 2016, beneficiaram diretamente 170 mil pessoas de comunidades vulneráveis do Estado.

A ideia é também ampliar o número de voluntários. Hoje, cerca de 700 pessoas atuam na entidade, mas há uma fila de pelo 2.500 pessoas aguardando treinamento. A Cruz Vermelha não tem condição financeira de treinar e abrigar esse contingente de pessoas em seus quadros.

A proposta da entidade, apresentada aos conselheiros na tarde desta segunda, é de construção de um centro de compras no terreno de 46 mil metros quadrados no Planalto Paulista, no mesmo terreno onde funciona o Hospital da Cruz Vermelha (antigo Hospital dos Defeitos da Face).

O empreendimento garantirá uma renda perpétua à Cruz Vermelha, que destinará os recursos às atividades humanitárias e assistenciais além da ampliação e modernização do hospital.

Pelo projeto apresentado, o imóvel onde hoje funciona o voluntariado da Cruz Vermelha de São Paulo será restaurado, valorizando a memória afetiva dos paulistanos, que têm no prédio uma referência visual do Planalto Paulista. O terreno também contará com uma área verde de 14 mil metros quadrados, de uso público e mantida pelos empreendedores.

O próximo passo será a aprovação do projeto nos demais órgãos da prefeitura. Não há prazo para que isso ocorra.

A Cruz Vermelha Brasileira de São Paulo

Fundada em 1912, a Cruz Vermelha de São Paulo atua como parte de um movimento humanitário mundial em benefício das pessoas acometidas por desastres e na capacitação em primeiros socorros e saúde comunitária. Com mais de 100 anos de atuação no Estado, a Cruz Vermelha disponibiliza serviços nas áreas de Socorro e Desastre, Primeiros Socorros, Promoção à Saúde, Programas Comunitários, Doações, Juventude e Restabelecimento de Laços Familiares. Em 2016, cerca de 170 mil pessoas foram beneficiadas em ações, projetos e eventos, com 137 toneladas de doações enviadas a campanhas de ajuda humanitária e instituições apoiadas.

Informações à imprensa: 3165-9596 / 9​6621-2269  /  98663-7786 – com Dayane Garcia


Voltar


Gráfica Editora e Jornal Via Mão - Redação: Rua Komiko Kakuta, 38 - São Judas Tadeu - Capão Bonito - SP
CNPJ: 05.771.658/0001-10 - Registrado no Cartório de Registro Civil de Pessoas Jurídicas, sob n.º 12 no Livro "B" Matriculado e Microfilmado sob n.o 1.256.
Email: redacao@jornalviamao.com.br - jornalviamao@jornalviamao.com.br