Um pedido de casamento na órbita lunar por 145 milhões de dólares

A partir de 2022, será possível fazer um pedido de casamento sobrevoando a superfície da Lua ao som de “Fly Me to the Moon”, cantada por Frank Sinatra. O voo espacial de uma semana terá lugar a bordo de uma cápsula autônoma, permitindo que o casal voe sozinho.

A agência ApoteoSurprise, especializada em organizar propostas de casamento extravagantes, está lançando um novo serviço de 145 milhões de dollars que permitirá que príncipes do Século XXI peçam a mão de suas amadas enquanto voam ao redor da Lua. Ir à Lua e voltar por amor, portanto, logo se tornará realidade, graças à ambição da agência parisiense de « organizar o pedido de casamento mais louco e extravagante dos últimos 13,8 bilhões de anos ».

A partir de março de 2022, os apaixonados mais abastados poderão reservar o serviço com tudo incluído em www.proposeinparis.com e curtir, cinco meses depois, o seguinte programa:

– Treinamento físico e técnico de doze semanas em preparação para o voo.

– Decolagem no dia programado do Centro Espacial Kennedy em Cabo Canaveral, na Flórida.

– Transmissão de “Also sprach Zarachustra, Op.30” (Música de 2001: Uma Odisseia no Espaço), de Richard Strauss, nos capacetes dos dois turistas espaciais, enquanto sentem os primeiros efeitos da ausência de gravidade.

– Chegada em órbita lunar três dias depois, com um voo sobre a superfície do nosso corpo celeste mais próximo, a uma altitude de apenas 200/300 Km.

– Interrupção de toda comunicação com a Terra por cerca de trinta minutos enquanto a cápsula sobrevoa o lado escuro da Lua.

– Transmissão da canção “Fly Me to the Moon”, de Frank Sinatra, na metade do voo orbital, permitindo que o pretendente faça sua proposta de casamento (com o anel de noivado escondido em seu traje) longe de qualquer outra forma de vida.

– Um nascer do sol espetacular surgindo por trás das crateras lunares e uma viagem de retorno de quase quatro dias, antes da reentrada na atmosfera e desembarque final.

A cápsula seguirá uma trajetória similar àquela da lendária missão Apolo 8, de 1968. Viajando a velocidades de até 38.000 km/h, a cápsula será equipada com oito câmeras para imortalizar a espetacular entrada do casal nos livros de história da conquista espacial – e romântica!





Gráfica Editora e Jornal Via Mão - Redação: Rua Komiko Kakuta, 38 - São Judas Tadeu - Capão Bonito - SP
CNPJ: 05.771.658/0001-10 - Registrado no Cartório de Registro Civil de Pessoas Jurídicas, sob n.º 12 no Livro "B" Matriculado e Microfilmado sob n.o 1.256.
Email: redacao@jornalviamao.com.br - jornalviamao@jornalviamao.com.br