Capão Bonito – Camerata com Marcelo Bratke se apresentou em Capão Bonito

Camerata homenageou o compositor Heitor Villa-Lobos

Capão Bonito recebeu no último sábado, 15/09, a apresentação gratuita do Projeto Camerata Brasil — um concerto de música erudita com a regência do maestro Marcelo Bratke.Na oportunidade, a Camerata homenageou o compositor Heitor Villa-Lobos e foi inspirada pelas cantigas de roda, serestas e cirandas do folclore que marcaram a música brasileira.

O programa incluiu as peças “As três Marias”, “Caixinha de música quebrada”, “A lenda do caboclo”, “Cirandinhas”, “Guia prático” e “Trenzinho do caipira”.

“O Villa-Lobos não via diferença e barreiras entre o erudito e o popular. Isso acaba cativando o público e se mostra um grande atrativo. Foi muito bom voltar a Capão Bonito e ao interior de São Paulo, onde já fizemos concertos marcantes com grandes plateias. É uma oportunidade de tocar em alguns locais em que a população não costuma ter acesso à música clássica”, comentou Bratke.

O maestro tem forte ligação com a obra do homenageado. Em 2004, lançou o Projeto Villa-Lobos, que contemplou a gravação completa de sua obra para piano solo, concertos internacionais, um programa de rádio semanal apresentado pela Cultura FM e uma série de oito documentários sobre o compositor carioca para o canal de TV Arte1.

Além da apresentação, em todas as cidades o maestro conduziu o concerto didático “Como se apaixonar pela música clássica”, também gratuito, antes das apresentações para o público. A intenção é mostrar detalhes dos instrumentos musicais e conceitos sobre ritmo e harmonia.

O projeto – O projeto Camerata Brasil é realizado pela Fibria, em parceria com o Instituto Votorantim, e este ano será levado às cidades de Jacareí, São José dos Campos, Taubaté, Caçapava, Cunha, Santa Branca, Guararema e Capão Bonito. Este ano, as apresentações marcam os dez anos do projeto, que já teve mais de 300 apresentações no Brasil e no exterior. “O projeto dá aos moradores das nove cidades, a possibilidade de acompanharem um concerto de nível internacional.

O maestro Marcelo Bratke e os integrantes da Camerata Brasil são profissionais reconhecidos pelo talento e pela vontade de difundir o melhor da música clássica brasileira. Nos concertos didáticos, o público também terá um contato mais próximo com o maestro e poderá aprender sobre os instrumentos”, afirma o consultor de Sustentabilidade da Fibria, Adriano Martins.

A Camerata Brasil é uma orquestra sociocultural fundada por Marcelo Bratke em 2008. O projeto tem como objetivo a profissionalização de jovens de baixa renda. Por meio de parceria com a Faculdade de Música do Espírito Santo, 23 integrantes já passaram pelo grupo.





Gráfica Editora e Jornal Via Mão - Redação: Rua Komiko Kakuta, 38 - São Judas Tadeu - Capão Bonito - SP
CNPJ: 05.771.658/0001-10 - Registrado no Cartório de Registro Civil de Pessoas Jurídicas, sob n.º 12 no Livro "B" Matriculado e Microfilmado sob n.o 1.256.
Email: redacao@jornalviamao.com.br - jornalviamao@jornalviamao.com.br