Desafio 10×10: gincana quer mobilizar 10 milhões de jovens para combater a fome no Brasil durante a pandemia de COVID-19

A proposta do desafio é alimentar 10 milhões de famílias em situação de vulnerabilidade

Uma gincana nacional pretende engajar 10 milhões de jovens para arrecadar fundos necessários para alimentar 10 milhões de famílias, que estão sofrendo mais pesadamente as consequências da crise econômica causada pela pandemia do COVID-19. Este é o principal objetivo do Desafio 10×10, idealizado pelo urbanista e premiado especialista em jogos cooperativos transformadores Edgard Gouveia Júnior e apoiado por ONGs, artistas, influenciadores e líderes religiosos e da iniciativa privada.

Lançado no dia 22 de junho, o Desafio 10×10 vai durar 30 dias e transformar a internet brasileira em uma grande gincana virtual tendo a juventude como protagonista. Na primeira semana, vários dos maiores gamers e youtubers do Brasil vão mobilizar suas comunidades de fãs e seguidores para arrecadar fundos para a aquisição de cestas digitais de alimentos para as famílias beneficiadas. Alguns deles, como Bruno Playhard e Pedro Gelli, somam juntos 14 milhões de seguidores em suas redes sociais.

“Artistas, esportistas e outras celebridades participarão da gincana mobilizando suas respectivas bases de fãs na gincana de arrecadação. Será uma grande mobilização em favor do Brasil, usando o que os brasileiros têm de melhor, ou seja, sua criatividade e capacidade de entrega em favor do próximo”, diz Edgard Gouveia. “Vamos engajar a sociedade em uma coopetição, que é uma mistura de cooperação e competição, entre as diferentes comunidades virtuais de fãs e torcedores das celebridades envolvidas, mas também vamos trazer funcionários, suas famílias e amigos das empresas e organizações que estão aderindo ao Desafio, além das pessoas em geral. É a nação inteira mostrando que brasileiro cuida de brasileiro.”

Os recursos arrecadados pela gincana do Desafio 10×10 serão convertidos integralmente em cestas básicas digitais que serão distribuídas durante três meses para as famílias cadastradas pela iniciativa. As cestas vão possibilitar a compra de produtos alimentícios e de limpeza e funcionarão, ainda, como instrumento de fortalecimento do comércio local nas comunidades. Os fundos serão geridos pela Doare, plataforma especializada em arrecadação de doações online, e distribuídos às famílias beneficiadas pelas reconhecidas ONGs Gerando Falcões, CUFA (Central Única das Favelas) e ChildFund. Juntas, as três organizações têm presença nacional direta, ou por meio de parceiros, chegando até a comunidades de baixa renda, incluindo quilombolas, indígenas e ribeirinhos.

O Desafio 10×10 surge para enfrentar a realidade da fome e da desigualdade, vivida por milhões de famílias e piorada pela eclosão do novo coronavírus. Um estudo feito por pesquisadores da Inglaterra e da Austrália junto com o Instituto Mundial das Nações Unidas para a Pesquisa Econômica do Desenvolvimento (UNU-WIDER) indica que a pandemia pode levar 14 milhões de brasileiros para a pobreza.

“O coronavírus vai intensificar uma situação de empobrecimento que já vinha sendo observada. Os mais vulneráveis serão afetados de maneira devastadora, com os efeitos da desigualdade sendo intensificados e potencialmente gerando uma grave crise social”, diz Edgard. “O sociólogo Betinho já dizia que que tem fome, tem pressa. É este sentido de urgência que nos fez criar e lançar o Desafio 10×10. Temos um grupo enorme e altamente qualificado de voluntários que estão ajudando a fazer a gincana acontecer e a adesão de empresas, entidades da sociedade civil e religiosas, além de artistas e celebridades só cresce”.

Como funciona

O Desafio 10×10 vai mobilizar a sociedade por meio da Onda Jovem, o engajamento da Geração Z, os jovens nascidos entre 1995 e 2000 e que, no Brasil, chegam a 30 milhões. Diversas pesquisas mostram que este é um grupo muito ativo e com grande capacidade de influenciar a sociedade. Um exemplo recente, e bem conhecido do poder de influência desta geração, é a mobilização contra as mudanças climáticas promovida pela adolescente Greta Thunberg.

A partir do Desafio 10×10, a Onda Jovem vai se mobilizar para arrecadar fundos e desafiar mais pessoas para entrarem na coopetição contra a fome e a desigualdade, por meio das redes sociais e outros meios virtuais. Para ajudar neste esforço, celebridades, artistas, gamers, esportistas, religiosos, organizações e empresas também vão engajar suas redes de fãs, clientes e apoiadores nesta gincana pelo bem.

A base da gincana será a plataforma http://desafio10x10.com.br/. É nela que os apoiadores estarão desafiando suas bases de fãs, amigos e parentes, a partir das paixões que movem todos os brasileiros, como a música, esportes e games. E o desafio é simples: contribua para a arrecadação e traga pelo menos 10 novas pessoas de suas respectivas redes. O resultado da arrecadação será exibido em tempo real na plataforma, aumentando o sentimento de coopetição.

Quem participa

O Desafio 10×10 é apartidário. A mobilização e participação voluntárias de articuladores e instituições são fundamentais para o sucesso deste jogo.

ABAP – Associação Brasileira das Agências de Publicidade, ABEF – Articulação Brasileira da Economia de Francisco, ABRES – Associação Brasileira de Estágios, Ação da Cidadania Contra a Fome, a Miséria e Pela Vida, Agência Lema, Assine Bem, #Causar, ChildFund, CUFA, Engenheiros sem Fronteiras, Escoteiros do Brasil, FGV/EAESP, Fundação Telefonica-Vivo, Gerando Falcões, Iniciativa das Religiões Unidas (URI), Instituto Casa Comum, IYD, Jornada X, Junior Achievement, Marlus Araújo, Mube, Nube, Omelete, Purpose, Ser+, Sponsor Biz, Take, Tátil Design, Unicamp, Viração, WFP – Programa Mundial de Alimentos da ONU, Youth Initiative.

Plataforma Desafio 10×10: http://desafio10x10.com.br/

Instagram: @desafio_10x10

Facebook: Facebook/desafio10x10





Gráfica Editora e Jornal Via Mão - Redação: Rua Komiko Kakuta, 38 - São Judas Tadeu - Capão Bonito - SP
CNPJ: 05.771.658/0001-10 - Registrado no Cartório de Registro Civil de Pessoas Jurídicas, sob n.º 12 no Livro "B" Matriculado e Microfilmado sob n.o 1.256.
Email: redacao@jornalviamao.com.br - jornalviamao@jornalviamao.com.br