Queremos PAZ ou queremos Guerra?

Manifestar é ato de tornar publico, de reivindicar direitos de forma pacifica. Diante aos noticiários que estão mostrando os inúmeros manifestos organizados em varias capitais brasileiras e também pelas cidades do interior reivindicando direitos, esta infelizmente sendo evidenciado as ações de vândalos praticados por grupos radicais. Quero pensar que estas ações estejam sendo praticadas por uma minoria. Estes grupos não estão aplicando o ato do manifestar e sim estão praticando ato de baderna que quer dizer: bagunça desordem, confusão, arruaça, quebra-pau, quebra-quebra, enfim. Estão mesmo querendo guerra.

O manifesto é um ato de cidadania. Se as leis de direito não estão sendo cumpridas o cidadão tem mais é que ir para as ruas e GRITAR PELOS SEUS DIREITOS. A estes que realmente estão manifestando, fazem valer o direto aplicado pela Constituição Brasileira. Por outro lado infelizmente para deturpar o movimento pacifista existem também aqueles baderneiros que não sabe o ato verdadeiro do manifestar e vem para as ruas criar mesmo confusão, inflamando uma guerra através de tais atitudes praticando atos de vândalos: depredando, ateando fogo em patrimônio publico, jogando bomba e provocando vitimas.

Com já disse, nada contra o manifesto, mas as atitudes de tais cidadãos estão mostrando mais um gesto de anti-patriotismo do que de cidadania.

Penso que estes grupos de agitadores estão mais para anarquia do que para reivindicações

Para manifestar os anseios não justifica a ação do depredar, do se machucar.

Isso a meu ver nada mais é do que confusão e desordem.

Os Direitos instituídos na Constituição Federal trazem que todo o cidadão tem o direito à educação, a saúde, a alimentação, o trabalho, a moradia, o lazer, a segurança, a previdência social, a proteção à maternidade e à infância, a assistência aos desamparados.

Se este não esta sendo cumprida parabéns aos grupos organizados que estão nas avenidas manifestando de forma pacifica com patriotismo e civilização.

Estes que estão de baderna utilizando de artifícios: como pedras, fogo e depredação merecem mesmo serem vaiados. Pois com estas ações, dificilmente conseguiram entendimento e pacificação.

Por outro lado as tropas policiais entram também em ação usando de artifício agressor. Obviamente que com tudo isso a desarmonia, a anarquia esta ligeiramente formada como um campo de guerra. Relacionado aos agitadores entendemos que na verdade o que eles querem mesmo é fomentar ainda mais a desarmonia social

Queremos PAZ ou queremos Guerra? Na verdade tudo leva a crer que parece que esta minoria não está preocupada com os verdadeiros diretos e muito menos com a PAZ. Parece mesmo que querem que o mundo se exploda.

Acho mais do que justo o ato de manifestar e é um direto do cidadão assim como o direito de ir e vir. Agora nada justifica tais baderna.

Ivonete Schmitz





Gráfica Editora e Jornal Via Mão - Redação: Rua Komiko Kakuta, 38 - São Judas Tadeu - Capão Bonito - SP
CNPJ: 05.771.658/0001-10 - Registrado no Cartório de Registro Civil de Pessoas Jurídicas, sob n.º 12 no Livro "B" Matriculado e Microfilmado sob n.o 1.256.
Email: redacao@jornalviamao.com.br - jornalviamao@jornalviamao.com.br